Hora de comer…e aprender! O refeitório nas escolas.

Muitas crianças fazem a maioria das refeições diárias na escola. Neste cenário o refeitório nas escolas deixa de ser somente um local de alimentação e passa a funcionar como um espaço de socialização, convívio e aprendizado.

O refeitório nas escolas funciona como uma extensão da cozinha de casa, o lugar onde são moldados os valores relacionados à alimentação, à experimentação de novos sabores e a descoberta da importância dos hábitos saudáveis.

Quando sentados à mesa as crianças aprendem com os colegas a identificar novos alimentos, a compartilhar suas refeições, a  se servir e testar sua autonomia…e muita gente não valoriza o  papel do refeitório nas escolas e consideram este espaço de menor importância dentro do ambiente escolar.

Mas de que forma um bom projeto de arquitetura pode potencializar o uso do refeitório nas escolas?

O primeiro ponto que podemos salientar é a ergonomia. Um espaço pensado por um profissional vai ser dimensionado de forma que as mesas e cadeiras (ou bancos) tenham o espaçamento correto entre si, evitando encontrões e quedas. Além disso as peças do mobiliário terão suas alturas pensadas em função de cada faixa etária valorizando a autonomia dos alunos e evitando posturas incorretas ou inadequadas que possam gerar danos à saúde.

Modelo de mesa para refeitório fabricada pela METADIL.
Modelo de mesa para refeitório fabricada pela Metadil.

A arquitetura também pode ajudar na criação de um ambiente que incentive os bons hábitos alimentares. Um exemplo disso é a criação de refeitório nas escolas que fique próximo à horta, as crianças podem colher seus alimentos e logo em seguida consumi-los de forma que se valorize a alimentação natural fundamentada no consumo de produtos frescos e naturais.

A criação de uma horta próxima ao refeitório da escola pode servir com um grande estímulo ao consumo de alimentos frescos e naturais.
A criação de uma horta próxima ao refeitório da escola pode servir com um grande estímulo ao consumo de alimentos frescos e naturais.

O refeitório nas escolas deve ser um ambiente acolhedor, agradável e limpo. A arquitetura aqui pode contribuir na escola de uma iluminação adequada, de um revestimento de piso que seja seguro (evitando quedas) e ao mesmo tempo de fácil manutenção e de cores adequadas às atividades desenvolvidas neste espaço de forma que valorizem a calma e a  tranquilidade. Finalmente, um bom projeto arquitetônico pode ajudar no processo de aprendizado dos alunos, já que quando há conhecimento sobre a metodologia de ensino adotada pela instituição é possível a formulação de um espaço que estimule a criatividade e a curiosidade.

refeitório nas escolas 3

Não devemos nos esquecer que o alimento sempre nos traz memórias afetivas que seguem conosco durante toda a vida. A escola tem a grande chance de criar em seus alunos lembranças especiais da refeição feita com seus amigos e tonar a hora da merenda mais uma grande oportunidade de aprender.

Estimule o aprendizado de seus alunos com um refeitório criativo que converse com a sua proposta pedagógica.

 

 

 

 

O Ateliê Urbano foi formado em 2003 e hoje tem como sócias as arquitetas Carolina Mazzei e Claudia Mota que dirigem os departamentos de Paisagismo e Arquitetura, respectivamente. A equipe do Ateliê Urbano assume cada trabalho como um novo desafio e usa o projeto como ferramenta de desenvolvimento de idéias inovadoras que possam transformar o edifício e a cidade.

Você também pode gostar

Comente