Um projeto de arquitetura escolar especial

Em nossas pesquisas de referências pelo mundo sempre nos deparamos com exemplos incríveis de como a arquitetura pode influenciar na educação. Mais um projeto de arquitetura escolar especial é este em Tókio, no Japão, da Fuji Kindergarten.

Vista geral do terraço da Fuji Kindergarten em Tókio
Vista geral do terraço da Fuji Kindergarten em Tókio

Projetada pelo Arquiteto Takaharu Tezuka que lidera o escritório Tezuka Architects este projeto de arquitetura escolar atua como um grande trunfo que ajuda a sustentar e contribuir com a filosofia progressista defendida pelos gestores da instituição.

O grande pátio central integra os ambientes, serve de local para as atividades em grupo e, por que não, para os momentos de reflexão e fuga dos alunos que não querem ficar na sala de aula. Nas palavras do arquiteto autor da obra:

 “Quando você coloca muitas crianças em uma caixa silenciosa, algumas delas ficam muito nervosas. Neste jardim de infância, não há razão para ficar nervoso. Não há limites.”

Na verdade as salas de aula praticamente não existem, os espaços são flexíveis e o que se prioriza é o contato da criança com o exterior, com o sol, a chuva, o vento e a neve! Isto poderia deixar muitos pais absolutamente em pânico, mas o que se vê nesta escola são crianças absolutamente felizes e com um desenvolvimento superior ao de outros jardins de infância do Japão.

Os espaços internos são abertos e sem divisões.
Os espaços internos são abertos e sem divisões.

Um outro ponto a se destacar neste projeto de arquitetura escolar é o grande terraço de cobertura, a laje da escola, em que os alunos podem correr, subir em árvores, observar os amigos que estão no térreo através das clara-boias e brincar muito.

Planta do térreo da escola.
Planta do térreo da escola
Planta do terraço de cobertura que também serve como pátio.
Planta do terraço de cobertura que também serve como pátio.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A liberdade é o diferencial desta escola e é o conceito que torna o seu desenho tão interessante. Isso pode ser feito em qualquer intituição que tenha um projeto de arquitetura escola conectado ao seu método de ensino.

Em uma palestra no TED o arquiteto Takaharu Tezuka destaca o quanto nossa sociedade está impedindo que eduquemos pessoas com a preocupação de ajudar ao outro. Nesta escola o projeto de arquitetura pretende resgatar um pouco a solidariedade entre seus alunos e ajudar a termos um mundo melhor.

http://www.ted.com/talks/takaharu_tezuka_the_best_kindergarten_you_ve_ever_seen#t-459860

Esperamos que exemplos como este se multipliquem cada vez mais pelo mundo!

Este ano teremos muitos posts focados em projetos de arquitetura escolar, vamos falar bastante sobre como a arquitetura pode contribuir para criar melhores ambientes de formação para todas as idades.

Até a próxima.

 

 

 

 

O Ateliê Urbano foi formado em 2003 e hoje tem como sócias as arquitetas Carolina Mazzei e Claudia Mota que dirigem os departamentos de Paisagismo e Arquitetura, respectivamente. A equipe do Ateliê Urbano assume cada trabalho como um novo desafio e usa o projeto como ferramenta de desenvolvimento de idéias inovadoras que possam transformar o edifício e a cidade.

Você também pode gostar

Comente